“Cinco anos da minha estreia como profissional”

4 de fevereiro de 2020

Arthur ganhou destaque nacional e, consequentemente, internacional em 2017. Campeão e melhor jogador da final da Libertadores da América, convocado pela primeira vez para a Seleção Brasileira de Tite, eleito como revelação e melhor volante do Campeonato Brasileiro, o goiano, com então 21 anos, atingiu o merecido reconhecimento da torcida e da mídia. 

No entanto, a estreia de Arthur como profissional aconteceu no Campeonato Gaúcho de 2015. Depois de atuações expressivas na Copa São Paulo de Futebol Júnior daquele ano, foi alçado ao grupo principal pelo treinador Felipão. Duas semanas depois de ser promovido, no dia 05 de fevereiro, Arthur entrou em campo entre os 11 titulares. Foi diante do Aimoré, no estádio Cristo Rei, em São Leopoldo. 

Foram dois anos transitando entre a base e o profissional até a afirmação em 2017. Apesar do longo tempo de espera, Arthur garante que a oportunidade surgiu na hora certa:

“Mesmo com um tempo de espera mais longo que o normal, eu não mudaria em nada a minha história. É claro que eu gostaria de ter tido mais oportunidades nos anos anteriores, mas em 2017 deu tudo tão certo, que a história tinha que ser desta forma mesmo. Fico muito feliz de olhar para trás e ver que toda dedicação e persistência foram compensadas”. 

Atualmente, Arthur tem 155 jogos na carreira profissional, divididos entre Barcelona, Grêmio e Seleção Brasileira.

Contact